31out
Do Sincavir para o Taxista

Multas ficarão mais caras em novembro

A partir do dia primeiro de novembro as infrações de trânsito terão penalidades mais pesadas. O aumento das multas, anunciado em maio último, será de até 66%, e os valores irão de R$ 88 (infração leve) a R$ 293,47 (gravíssima).

A  cada hora, quatro motoristas são flagrados pelas autoridades de trânsito em Belo Horizonte usando o celular, enquanto dirigem. Quem ainda não abandonou esse hábito, que, segundo especialistas, tem alto potencial para causar acidentes, deve ficar atento: a partir de 1o de novembro, o valor da multa vai mais do que triplicar, saltando dos atuais R$ 85,13 para R$ 293,47.

As multas básicas não sofriam reajustes desde 2000, quando o antigo indexador do valor das multas (Ufir) foi extinto. Em 2002, uma resolução fixou o valor atual em reais. Desde então, não houve correção. As elevações que ocorreram foram para certas infrações consideradas mais perigosas e por meio de um fator multiplicador.

Veja o que mudará nos valores de multas

Infração leve

– De R$ 53,20 para R$ 88,38 (aumento de 66%)

Exemplos: parar sobre a faixa de pedestres ou calçada, usar a buzina em local ou horário proibidos pela sinalização.

Infração média

– De R$ 85,13 para R$ 130,16 (aumento de 52%)

Exemplos: transitar em horário ou local proibidos (o “rodízio” em São Paulo, por exemplo), dirigir com o braço para fora, farol ou lanterna queimados.

Infração grave

– De R$ 127,69 para R$ 195,23 (aumento de 52%)

Exemplos: estacionar sobre faixa de pedestres ou ciclovia, não dar seta, conduzir o veículo em mau estado de conservação (pneu careca, por exemplo).

Infração gravíssima

– De R$ 191,54 para R$ 293,47 (aumento de 53%)

Exemplos: falar ou manusear celular ao volante, estacionar em vagas reservadas para deficientes e idosos, dirigir sem carteira de habilitação, disputar racha, forçar a ultrapassagem em estradas e recusar fazer o teste do bafômetro.

Confira os valores detalhados de cada infração e as ocorrências em Minas Gerais

Excesso de velocidade em até 20% do limite permitido

Infrações: 220.132

Valor atual: R$ 85,13

Novo Valor: R$ 130,16

Avançar o sinal vermelho

Infrações: 69.973

Valor atual: R$ 191,54

Novo Valor: R$ 293,47

Transitar na via destinada aos ônibus

Infrações: 52.428

Valor atual: R$ 191,54

Novo Valor: R$ 293,47

Não identificação do condutor infrator (pessoa jurídica)

Infrações: 35.304

Valor atual: R$ 53,20

Novo Valor: R$ 88,38

Estacionar em desacordo com as regras do rotativo

Infrações: 24.460

Valor atual: R$ 127,69

Novo Valor: R$ 195,23

Dirigir usando telefone celular*

Infrações: 18.787

Valor atual: R$ 85,13

Novo Valor: R$ 293,47

Estacionar em local/horário proibido pela sinalização

Infrações: 16.121

Valor atual: R$ 85,13

Novo Valor: R$ 130,16

Excesso de velocidade entre 20% e 50% do limite permitido

Infrações: 14.515

Valor atual: R$ 127,69

Novo Valor: R$ 195,23

Estacionar nas vagas de carga e descarga

Infrações: 10.700

Valor atual: R$ 85,13

Novo Valor: R$ 130,16

Deixar de efetuar registro do veículo em 30 dias quando houver transferência de propriedade

Infrações: 11.515

Valor atual: R$ 127,69

Novo Valor: R$ 195,23

* Dados de janeiro a junho de 2016

** O aumento é maior nesse caso porque dirigir usando celular deixa de ser infração média e passa a ser gravíssima com a entrada em vigor da mesma lei que reajusta todos os valores

FONTE: Detran/MG